Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mensagem do Graal

“Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal” é uma obra escrita em três volumes pelo escritor Oskar Ernst Bernhardt sob o nome literário Abdruschin.

Mensagem do Graal

“Na Luz da Verdade – Mensagem do Graal” é uma obra escrita em três volumes pelo escritor Oskar Ernst Bernhardt sob o nome literário Abdruschin.

Onipresença

Deus é Onipresente! Isso já é ensinado às crianças nas escolas! É tão familiar e tão evidente aos seres humanos que ainda acreditam em Deus, que nem julgam necessário refletir direito a respeito, se realmente sabem o que com isso dizem.

Quando, porém, se exige um esclarecimento de como imaginam isso, logo termina a sabedoria e eles próprios reconhecem que na palavra “Onipresente”, contudo, ainda não se encontra o saber do significado.

As criaturas humanas têm, sim, a palavra, mas não a compreensão. E isso, finalmente, é o principal em todas as coisas. E também não adianta nada o saber, onde falta a compreensão! O significado da denominação “Onipresente” o ser humano conhece. Mas conhecer o significado não é ainda compreender nem entender o sentido.

Assim indico a minha dissertação: “A Vida”. Deus é a vida! Unicamente Ele! Tudo o mais é apenas consequência da movimentação que só se origina pela pressão da irradiação da vida.

 

A pessoa, que na mais íntima das preces implorar por algo, devido à sua sintonização, alcança ligação com o lugar donde lhe pode advir auxílio. Isso eu já disse em meus esclarecimentos sobre o efeito da oração. Com oração, porém, não se deve imaginar o pedir, mas sim adoração, adoração e veneração! Cada aprofundamento do espírito humano nesse sentido não é outra coisa senão um procurar por ligação! Procurar ligação com a Luz, com a pureza e com a vida! Os desejos e os anseios do espírito humano expandem-se com isso. Ele tateia espiritualmente à procura das alturas luminosas! E se procurar aí realmente de modo sério, então encontra, como já foi prometido por Cristo. Ele encontra a ligação com a vida! Mas somente ligação, não a própria vida!

Encontrais, portanto, na oração ou no procurar sincero um caminho de ligação para Deus, e esse facto O faz parecer tão Onipresente a vós, como até agora pensastes. Contudo, Deus nunca pode ser visto por uma criatura!

A Onipresença tem sido compreendida erroneamente. Talvez seja melhor designar a Onipresença com a expressão: sempre presente! Encontrável a qualquer tempo, quando procurado.

 

A aparência do efeito exterior do fenómeno apenas iludiu as criaturas humanas. Partiram aí de uma tese errada de seu raciocínio de que Deus, de modo inteiramente pessoal, se interessa por elas, cortejando-as e envolvendo-as também protetoramente, sem pensar que elas próprias devem fazer tudo, para conseguir a ligação indispensável, o que inconscientemente, de acordo com as leis da Criação, sempre preencheram na verdadeira oração! Não quiseram acreditar de bom grado que só as leis de Deus na Criação as envolvem e que, atuando automaticamente desencadeiam cada recompensa e cada castigo.

Estar Onipresente nada mais quer dizer realmente do que poder ser alcançado de qualquer lugar da Criação.

Mas também isso, por sua vez, deve ser tomado com restrições: pois é literalmente certo quando se diz: “Diante de Deus tudo se desfaz!” Aí está um gigantesco abismo! Criatura alguma consegue se colocar diretamente diante de Deus, portanto, alcançá-Lo, a não ser que ela mesma se origine imediatamente de Deus! Isso só é possível a dois, ao Filho de Deus e ao Filho do Homem. Tudo o mais iria e teria que se desfazer diante Dele. Portanto, jamais poderia estar diante Dele conscientemente.

Ao espírito humano só é possível o encontro do caminho de ligação para Deus.

 

Abdruschin

 

Dissertação 10 “Onipresença” da obra “Na Luz da Verdade - Mensagem do Graal”, volume III

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Mensagens